DF: Sindicato dos Rodoviários não descarta paralisação geral


De acordo com o diretor financeiro do Sindicato dos Rodoviários, Saul Araújo, algumas empresas responsáveis pelos ônibus que circulam nas linhas do DF não efetuaram os pagamentos dos valores referentes ao plano de saúde dos funcionários. Segundo ele, a quantia é liberada pelo DF Trans, que entrega o dinheiro às empresas, responsáveis pelo repasse ao Sindicato.

“O Sindicato estava bancando (os planos de saúde) até esse mês, mas a partir do mês que vem o sistema vai entrar em colapso caso não haja pagamento”, disse Saul. O diretor financeiro também afirmou que o Grupo Amaral é o mais inadimplente, com cinco meses de repasses atrasados. Viplan e Grupo Planeta estariam dois meses em dívida com a categoria enquanto São José e Riacho Grande teriam quitado suas pendências recentemente.

“Se os empresários insistirem em não quitar as dívidas, uma paralisação completa não está descartada”, finalizou Saul Araújo.

Fonte: Jornal de Brasília (http://www.clicabrasilia.com.br/site/noticia.php?id=395841&)