DF: Precariedade é a marca do atual sistema de transporte da capital


O transporte público do DF é conhecido pela precariedade dos serviços prestados. Ônibus velhos, lotados e grande parte da frota tem acima da idade recomendada que é de 7 anos. Além da quantidade insuficiente de coletivos a população sofre com problemas que fazem os coletivos quebrarem constantemente. Em bairro como o Vale do Amanhecer em Planaltina a população fica sem alternativas para ir ou voltar do Plano Piloto. No Condomínio Estância muitos coletivos nem param, pois já estão lotados e não há mais lugar para colocar os passageiros.

Para quem trabalha ou estuda na últimas quadras da Asa Norte e vai para Sobradinho, Planaltina ou Entorno a história se repete, nos horários de pico os passageiros não conseguem embarcar. Para quem segue para Brazlândia o problema de lotação dos coletivos também virou rotina. Com o caos no transporte coletivo, as vans voltaram para quase todas as cidades. Para quem fica na parada no centros das cidades ou no Plano Piloto por mais de 30 minutos acaba vendo uma realizando o transporte irregular. Em alguns locais as vans são a única alternativa para chegar na hora certa ao destino. E com um transporte público caótico a população tem que recorrer muitas vezes a maneiras alternativas para ir ao trabalho, faculdade, escola ou para qualquer compromisso.

Fonte: Jornal Alô Brasília (http://www.alo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=160338)