DF: DFTrans e Polícia Militar aumentam o cerco contra o transporte pirata


Auditores fiscais do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), com o apoio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), estão no Eixo Norte, na altura das quadras 107/108, dando continuidade à operação contra o transporte pirata na capital federal.

Por volta das 7h45, um ônibus tentou fugir da barreira de fiscalização e foi perseguido por policiais, que conseguiram deter o veículo. De acordo com o Auditor Fiscal do DFTrans, Júnior Nicola, o ônibus estava fazendo o trajeto sentido Planaltina-Rodoviária e estava cobrando R$ 3 na passagem.

A multa para quem realiza transporte pirata varia de R$ 2 mil a R$ 5 mil, dependendo da reincidência. Os auditores também verificam a situação do veículo, como pneus carecas, falhas no circuito elétrico (setas, luzes, faróis), entre outros itens falhos.

"Há risco para o próprio passageiro, de não saber quem é o motorista, bem como o próprio transportador, de não saber quem está pegando o seu veículo. O risco é maior entre as mulheres", afirmou Júnio Nicola, auditor fiscal do DFTrans.

Nas primeiras horas da manhã foram apreendidos 11 veículos, incluindo ônibus e carros de passeio. Todos serão encaminhados ao depósito do Detran. Segundo o DFTrans, ao longo de toda a semana, foram recolhidos 29 veículos. Já o balanço anual é de mais de 1,7 mil apreendidos.

"Nos últimos tempos, parece que o transporte pirata tem aumentado. Eu concordo que o transporte público deixa a desejar, mas não podemos justificar um erro com o outro. Nós estamos intensificando este trabalho [de fiscalização]", ressaltou Nicola.

As operações seguirão acontecendo pelos próximos dias, em vários locais do Distrito Federal.

Fonte: Jornal de Brasília (http://www.clicabrasilia.com.br/site/noticia.php?id=379256&)